Praça do Centenário

De WikiAlagoas

[editar] Porta de boas vindas a Maceió

[editar] Origem

A Praça do Centenário, no bairro do Farol, somente teve esta denominação na década de 60, na administração do então prefeito Sandoval Cajú, quando recebeu reformas importantes, ganhou o mapa de Alagoas, construído em cimento, luz e gás sobre uma piscina (fonte luminosa) com a legenda de boas vindas para os nossos visitantes. Antes de receber o nome de praça do Centenário, foi conhecida por praça Jonas Montenegro, praça Peripedra ou Periperipau, praça Januário Bezerra, praça do campo de futebol e praça Nilo Malta. Teve sua origem como parque do Centenário que depois passou a chamar-se Getúlio Vargas e por fim, General de Góis Monteiro, isso em 1939 quando Maceió completou seus 100 anos de Capital de Alagoas.

O terreno em que a praça se encontra era de propriedade de Januário Bezerra, conhecido como Jacutinga ou Periperipau como também era conhecido. Ali próximo foi construído a Igreja Santa Rita às custas do velho Januário, pai do benemérito alagoano Dr. Jonas Bezerra Montenegro que também deu nome à praça do Centenário.
A Prefeitura (Intendência, na época, 1939) quando deu o nome de praça Nilo Malta, a utilizou como campo de futebol, onde foram realizadas várias partidas. Depois passou a praça Jonas Montenegro e, finalmente, General Góis Monteiro, inclusive, ganhando uma estátua do ilustre alagoano. 


Praça do Centenário

[editar] Referências

http://www.bairrosdemaceio.net/site/index.php?Canal=Pra%E7as%20de%20Macei%F3&Id=5

Ferramentas pessoais
Secretaria de Planejamento